Celular: 11 98010-3111 | Email : [email protected]
recolhimento do fluido refrigerante

1- Na unidade condensadora


– Abrir a tampa da caixa elétrica e retirar as tampas das válvulas; recolhimento do fluido refrigerante
– Conectar o manifold de baixa na linha de serviço de baixa. É importante lembrar a importância de utilizar luvas ao realizar esse procedimento para evitar queimaduras que podem ser causadas pelo fluido refrigerante. Pode-se observar que, após a conexão do manifold, a pressão apresentada será de 55 PSI;
– Fechar a linha de alta pressão (linha de líquido) utilizando uma chave allen. Nesse momento, a pressão no manômetro começa a cair. Ao chegar a zero, fecha-se a válvula de sucção.

A linha de sucção ou linha de baixa é sempre a de maior diâmetro, e a de evaporação é a de menor diâmetro.

Veja Também – 5 Dicas para Instalar Bomba de Dreno em Ar Condicionado

2- Desligamento do equipamento


Concluído todos esses processos, o equipamento deve ser desligado o quanto antes, pois parte da lubrificação do compressor é feito por miscibilidade e uma parte por salpico. O compressor “trancado” reduz a lubrificação do sistema, e o resfriamento interno do compressor, das partes mecânicas e do embobinamento do motor são feitas pelo fluido refrigerante em circulação. Após o recolhimento do fluido e sequente desligamento da máquina, caso a pressão de baixa caia abaixo de zero, ou seja, entre em vácuo, é preciso introduzir a chave allen na válvula de alta pressão e dar um toque rápido, até que a pressão se reestabeleça para zero. Tal procedimento garante que não entrarão umidade e gases incondensáveis para dentro do sistema.

O processo de recolhimento de fluido refrigerante deve ser sutil e rápido, pois, caso ocorra liberação excessiva desse fluido para o sistema, todo o processo de recolhimento terá que ser repetido.

Veja Também – Efeito Coanda aplicado no Ar-Condicionado

Conheça nosso curso de higienização e manutenção de ar condicionado Clique Aqui.

Fonte: https://www.cpt.com.br/